Moda impressionista das mulheres de 1870

Moda feminina em 1870, o estilo deste período é chamado de moda impressionista. As roupas femininas dessa época são frequentemente retratadas em pinturas de pintores impressionistas, como Monet e Renoir. A roupa feminina é caracterizada por um retorno gradual a uma silhueta estreita após a moda completa das décadas de 1850 e 1860.

Em 1870, a plenitude da saia tinha se movido para a parte traseira, onde overskirts elaboradamente drapeados foram mantidos no lugar por fitas e apoiado por uma agitação. Esta moda exigia um underskirt, que era fortemente aparado com pregas, babados, agachamentos e babados. Essa moda durou pouco (embora a agitação voltasse em meados da década de 1880), e foi sucedida por uma silhueta justa com a plenitude tão baixa quanto os joelhos: o corpete de couraça, de forma justa, cintura longa, corpete desossado que alcançou abaixo dos quadris, e o vestido da bainha da princesa. As mangas eram muito justas. Decotes quadrados eram comuns.

Os vestidos de dia tinham decotes altos que eram fechados, quadrados ou em forma de V. Mangas de vestidos matinais eram estreitas durante todo o período, com uma tendência a se alargar levemente no pulso desde o início. As mulheres muitas vezes colocavam os overskirts para produzir um efeito de avental a partir da frente.

Os vestidos de noite tinham decotes baixos e mangas muito curtas, fora do ombro, e eram usados ​​com luvas curtas (mais tardias no meio do comprimento). Outras modas características incluíam uma fita de veludo amarrada no pescoço e atrás da noite em um estilo semelhante à moda da era georgiana (a origem do colar gargantilha moderno).

O trem subiu gradualmente nos quadris para tornar-se curva que são adornados com fitas ou rendas.
A silhueta é radicalmente transformada ao longo da década, com o trem subindo nos quartos traseiros à medida que o vestido se ajusta ao corpo, esquecendo a crinolina.
Os chapéus tornam-se pequenos, na maior parte são cheios de flores, fitas ou véus e são dobrados na frente.
Os casacos são soltos e compridos, a menos que combinem com o vestido, para que sejam ajustados.
O guarda-chuva continua sendo um acessório essencial no verão, mesmo que seu tamanho seja reduzido. As mulheres levam quinze dias em suas malas para as férias nos balneários.

Saias e Vestidos
O tecido da saia é dobrado mais e mais nos quadris e transportado sobre rolos ou almofadas, de modo que por volta de 1870 surge a fila de Paris ou a tournure. O vestido da tarde tem mangas de meio comprimento com nervuras de renda e um decote quadrado com babados.

A tendência para as saias largas desapareceu lentamente durante a década de 1870, quando as mulheres começaram a preferir uma silhueta ainda mais esbelta. Os corpetes permaneciam na cintura natural, os decotes variavam, enquanto as mangas começavam abaixo da linha do ombro.Um overskirt era comumente usado sobre o corpete, e preso em um grande arco atrás. Com o passar do tempo, porém, a parte recuada se encurtou para um basco solto, resultando em um alongamento do corpete sobre os quadris. Como os corpetes cresceram mais em 1873, a polonaise foi assim introduzida nos estilos de vestidos vitorianos. Uma polonaise é uma peça de roupa que apresenta um overskirt e um corpete juntos. O tournure também foi introduzido e, junto com a polonesa, criou uma ilusão de uma extremidade traseira exagerada.

Em 1874, as saias começaram a se afunilar na frente e eram adornadas com enfeites, enquanto as mangas apertavam ao redor da área do pulso. Por volta de 1875 a 1876, os corpetes apresentavam cintura longa, mas ainda mais apertada, e convergiam em um ponto agudo na frente. Bustles alongado e escorregou ainda mais baixo, causando a plenitude da saia para diminuir ainda mais.Tecido extra foi reunido por trás em pregas, criando assim um trem mais estreito, mas mais longo, em camadas, também. Devido aos trens mais longos, anáguas tinham que ser usadas por baixo para manter o vestido limpo.

Depois de 1875, o passeio desaparece: o espaço do tecido é mais baixo e a saia é arrastada. O cabelo é levemente levantado, às vezes com cachos ou tranças, e um pequeno chapéu na testa.

No entanto, quando 1877 se aproximou, os vestidos foram moldados para se ajustarem à figura, à medida que as silhuetas mais esbeltas eram favorecidas. Isso foi permitido pela invenção do corpete de couraça que funciona como um espartilho, mas se estende para baixo até os quadris e a parte superior das coxas. Embora os estilos de vestimenta assumissem uma forma mais natural, a estreiteza da saia limitava o usuário a caminhar.

1870
1870
1872
1873
1874
1875
1876
1877
1877
1 878

Vestidos de chá e vestido artístico
Sob a influência da Irmandade Pré-rafaelita e de outros reformadores artísticos, a “antifashion” do vestido artístico, com seus detalhes “medievais” e linhas não-saturadas, continuou até a década de 1870. Os novos vestidos de chá da moda, uma moda informal para entretenimento em casa, combinavam as influências pré-rafaelitas com os estilos soltos de sacola do século XVIII.

Vestido de Lazer
O traje de lazer estava se tornando uma parte importante do guarda-roupa de uma mulher. O vestido à beira-mar na Inglaterra tinha suas próprias características distintas, mas ainda seguia as modas regulares do dia. O vestido à beira-mar era visto como mais ousado, frívolo, excêntrico e mais brilhante. Embora a agitação fosse extremamente incômoda, ainda fazia parte da moda à beira-mar.

Roupas de baixo
Com a silhueta mais estreita, a ênfase foi colocada no busto, cintura e quadris. Um espartilho foi usado para ajudar a moldar o corpo na forma desejada. Isto foi conseguido tornando os espartilhos mais compridos do que antes, e construindo-os a partir de peças de tecido separadas. Para aumentar a rigidez, eles foram reforçados com muitas tiras de osso de baleia, cordas ou pedaços de couro. Moldagem a vapor, patenteada em 1868, ajudou a criar um contorno curvilíneo.

As saias eram sustentadas por um híbrido de azáfama e crinolina, ou anágua, às vezes chamada de “crinolette”. A estrutura da gaiola era presa ao redor da cintura e se estendia até o chão, mas se estendia apenas pelas costas das pernas do usuário. A crinolette em si foi rapidamente substituída pela verdadeira agitação, que era suficiente para sustentar a cortina e treinar na parte de trás da saia.

Penteados e arnês
De acordo com a ênfase vertical, o cabelo era puxado para trás nas laterais e usado em um nó alto ou cacho de cachos, muitas vezes com uma franja (franja) na testa. Falsos cabelos eram comumente usados. Bonnets eram menores para permitir os penteados elaboradamente empilhados e se assemelhavam a chapéus, exceto por suas fitas amarradas sob o queixo. Chapéus pequenos, alguns com véus, estavam empoleirados no topo da cabeça, e chapéus de palha de abas largas eram usados ​​para uso ao ar livre no verão.

Envoltórios e Sobretudos
O principal tipo de embrulho que dominou na década de 1870 foram capas e jaquetas que tinham uma abertura para abrir espaço para a agitação. Alguns exemplos são o pelisse e o paletot coat.

Galeria de estilo 1870–74

1 – 1870
2 – 1870
3 – 1870
4 – 1871
5 – 1872
6 – 1872
7 a 1874
8 a 1874
9 a 1874

10-1873

1. vestido de passeio de 1870 tem uma saia de camadas e babados de volta.
2.1870 A placa da moda mostra corpetes com saias drapeadas e aparadas nas costas. Babados e babados plissados ​​são adornos característicos da década de 1870.
3.1870s vestido de banho americano, com saia de comprimento de tornozelo, calças compridas e mangas compridas
4.French vestido de manhã de 1871 apresenta uma fita vermelha estreita no decote baixo e um arco grande correspondência com flâmulas na cintura traseira.
5.Dolly Varden vestidos de 1872 demonstram a moda popular do início da década de 1870 conhecida como “Dolly Varden”
6. vestido artístico do início da década de 1870. Retrato da Sra. Frances Leyland por Whistler.
Vestidos 7.Outdoor de 1874 apresentam overskirts apanhados com fitas de fivela. Os corpetes de jaqueta têm punhos e decotes altos. Pequenos chapéus de palha com coroas achatadas e fitas compridas (semelhantes aos veleiros masculinos) são usados ​​com inclinação para a frente.
8.A vista traseira de um vestido de 1874 mostra a cobertura do overskirt e o ligeiro trem no underskirt. França.
9.Dress de 1874 com overskirt drapeado e underskirt de babados.
10.Bustles e tecidos elaborados caracterizam os vestidos de noite do início da década de 1870. O cavalheiro usa vestido de noite. Detalhe de “Too Early”, de Tissot, 1873

Galeria de estilo 1874-79

1 – 1874
2 – 1875
3 – 1875
4 – 1877
5 – 1878
6 – 1878
7 a 1876
8-1878

9-1879
Vestidos com a agitação e a polonia

10-1870s

1.Os vestidos apertados com trens longos de meados da década de 1870 são enfeitados com babados, laços, botões e trança plissados ​​e são usados ​​com chapéus com fitas de fitas.
2. O vestido de noite francês é enfeitado com flores e é usado com luvas brancas de comprimento médio e uma fita de pescoço preta. O penteado de alta costura é típico de meados dos anos 1870.
3. vestido de manhã de c. 1875 tem um overkirt à direita e é enfeitado com uma profusão de babados e fitas. O cabelo é trançado em uma coroa no alto da cabeça.
Vestidos 4.Semi-sheer de c. 1877 mostram a plenitude de volta começando no nível do quadril e não na cintura como em 1874-5. O vestido apertado da linha da princesa à direita se ajusta perfeitamente ao corpo, dos ombros até os quadris inferiores.
5.O vestido de noite de 1878 tem um longo trem e um decote quadrado. Ele é usado com luvas de comprimento de ópera.
6.Jacket e saia traje de 1878 apresenta um longo trem aparado com babados plissados ​​e ruching.Correspondência ruching apara os punhos das mangas.
7. O vestido de cerimónia de 1876 apresenta um trem, longas luvas brancas e as três penas brancas de avestruz representando as plumas do Príncipe de Gales no cabelo.
8.Fato de Caça é feito de lã verde, Escócia, c. 1878
9.Countess Brownlow em trajes artísticos, 1879.
Vestido 10.1870s

Moda impressionista

1-1872
2-1 873
3-1875
4-1875
5-1875

1. Primavera, 1872
2. Camille Monet em um banco de jardim, 1873
3. Mulher com guarda-chuva (1875)
4.Camille au métier (1875)
5. Monet Madame em um traje japonês